Quiprocó

Pensei que o amor fosse cego
Mas ele só aprendeu a olhar pra dentro

Anúncios

o fio do telefone que parece ser da mesma espessura do fio de saudade

dessoante

o ímpeto de saudade que conecta cada ser humano
deixando todos presos um ao outro 
mas nunca juntos
nunca de uma forma que minha saudade seja de você 
e a sua de mim
sempre estivemos sozinhos no beco da vida
eu em você
você em outro 
ninguém se pertence 
o silêncio das saudades das nossas almas 
invade a casa do vizinho pela conexão do fio do telefone 
o nosso fio que insiste em ficar mudo 
e o vizinho que nunca para de tocar
o barulho da casa vazia dele 
vazia e cheia de saudade
o silêncio das nossas almas cheias de orgulho 
o barulho do nosso silêncio
o barulho das ruas, cheias de corpos vazios caminhando
berrando palavras inexistentes 
saudade
antes barulhenta 
agora silêncio que transborda
nos olhos.

a.

Ver o post original

MANCHETE: Corpo de puta qualquer é encontrado esquartejado numa esquina qualquer

Cada corpo que deixa minha cama leva um pedaço meu dentro do peito ou dentro das calças. Nenhum nome sai desse colchão sem carregar uma letra do alfabeto infinito em meu cadáver. E são tantos nomes, querido. Já me entreguei tanto e de mim mesma quase não resta nada. O pouco que sobrou estou mendigando pra ter o que lhe entregar. Eles chegam e involuntariamente arranco de mim a miséria que tenho pra oferecer. Já me tomaram do coração às tripas e ainda ousam voltar pra buscar um pouco da carcaça que ficou. Duzentos e seis osso e a alma: foi o que restara. Distribuo o esqueleto na ânsia de que entre por aquela porta á tempo e encontre a minha-sua alma inviolada. Se apresse, my dear.

Douleur à la troisième personne

ela toca johnny cash nua pra ver se alguma nota penetra sua pele
ela dedilha o violão com tanto cuidado quanto tocava seu corpo
ela deixa o gato arranhar suas pernas pra ver se sente
i’ve hurt myself today, garota. i’ve hurt myself today to see if I still feel

ela parou de comer e passa o dia esperando a fome chegar
esperando qualquer coisa chegar e arrombar aquela porta, aquele corpo
nem que seja a luz do sol invadindo a janela pra esquentar seu cadáver
what have I become, my sweetest friend?

ah garota, não se perca da sua poesia. escreva nem que seja pra
falar da melancolia, do ralo do banheiro, da pia entupida
fala que eu te destrocei em pedaços e que você me odeia
fala que quer devorar a minha alma, comprar uma arma e
apontar na minha direção, mas não enfia esse cano na garganta.

diz que vai me destruir, mas não se destrua quando essa estrófe acabar
levanta dessa cama, nem que seja para vir
e disparar essa bala de desalegria na minha direção.